Helder participa de reunião com outros 26 governadores um dia após crítica de Bolsonaro sobre prevenção ao coronavírus

Presidente criticou fechamento de estabelecimentos promovidos pelos governos estaduais e contrariou opinião de especialistas e autoridades sanitárias no combate à doença.

Helder participa de reunião com outros 26 governadores GloboNews O governador do Pará, Helder Barbalho, participa nesta quarta-feira (25), às 16h, de uma reunião com os outros 26 governadores do Brasil por vídeo conferência.

A informação foi confirmada pela Secretaria de Comunicação (Secom) do Governo do Estado.

O encontro será um dia após o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, que contrariou a opinião de especialistas e autoridades sanitárias do país no combate ao novo coronavírus (Covid-19).

Durante o discurso, Bolsonaro culpou os meios de comunicação por espalharem uma "sensação de pavor" e criticou os governos estaduais por fecharam estabelecimentos comerciais para a prevenção à doença.

O que é o coronavírus? Como se prevenir? Logo após o discurso, Helder se manifestou, pelas redes sociais, a respeito da declaração do presidente.

Segundo Barbalho, o Governo do Pará busca, desde o início, as orientações dos técnicos, dos médicos, das autoridades e também dos países que já passaram pelo pior da crise.

Além de Helder, outros 18 governadores também criticaram a declaração de Bolsonaro.

O isolamento social é a medida de contenção à pandemia defendida pela Organização Mundial de Saúde e adotada em diversos países atingidos pela doença.

No Pará, aulas presenciais foram suspensas e estão sendo transmitidas pela TV e redes sociais.

Bares, casas noturnas, restaurantes e similares foram fechados, e eventos públicos estão vetados.

Há medidas ainda de restrição de transporte interestadual de passageiros e suspensão de voos internacionais.

O estado tem sete casos confirmados do novo coronavírus
Categoria:Pará