Voos no Pará são cancelados e passageiros alegam que não foram avisados

Azul reduziu 90% das operações.

Passageiros reclamam que, além da falta de aviso, não estão recebendo qualquer auxílio da companhia.

Empresa de aviação Azul cancela voos em Belém No Aeroporto Internacional de Belém, voos foram cancelados nesta quarta-feira (25).

Viagens para Macapá, Altamira, Boa Vista, Santarém e Marabá foram suspensas.

Os voos são da Azul, que informou que reduziu 90% das operações por causa da baixa demanda em meio ao estado de isolamento social para proteção à pandemia do coronavírus.

Passageiros reclamam que foram surpreendidos com os cancelamentos, e ficaram sabendo da situação já no aeroporto.

Além disso, há denúncias de que a companhia aérea não tem prestado qualquer apoio de hospedagem e alimentação aos passageiros que ficaram sem voo.

Segundo a Azul, os voos só serão retomados no dia 11 de maio. “Meu voo seria hoje, às 12h, e cheguei aqui e me informaram que o voo foi cancelado.

Estou à deriva, não me derem qualquer outra informação.

Vou ficar hospedado no aeroporto até 11 de maio porque o dinheiro que eu tinha já acabou.

Na Azul, me disseram que não vão poder fazer nada por mim”, protesta Rui Silva.

O passageiro diz ainda que a Azul continua vendendo bilhetes no site, apesar da suspensão dos voos.

“Me disseram que não vão poder fazer nada por mim.

No site da Azul está normal a venda para hoje e para o dia 26, como se estivessem confirmados os voos.

E o Procon aqui está fechado, eu não tenho o que fazer.

Penso em alugar um carro e atravessar a Transamazônica porque eu não tenho dinheiro para ficar dois meses, quase, em hotel que é super caro”. A reportagem procurou a Latam e a Gol para checar o fluxo de voos e possíveis cancelamentos, não as companhias não se manifestaram.

Categoria:Pará